17/04/2017

O moço vagabundo de armadura

Moço vagabundo, um conto

E o moço vagabundo continua o seu caminhar, alguns que passaram e passam por ele dizem que não quer nada, está perdido e até os mais próximos cochicham a vida dele desferindo flechadas de vários cantos, mas ele, o moço vagabundo, é vestido por uma armadura e continuando a sua caminhada pela vida, vem conhecendo diversas estórias, lamentos, felicidades.
Vagabundo-armadura
Existem algumas vozes e sorrisos de apoio pelos lugares em que passou e ou passa, o moço vagabundo andarilho encontra seu mundo em noites silenciosas, as flechadas não vem doendo mais, existe sempre um toque suave nessas horas, ele ainda não sabe de onde vem, porém cicatriza cada uma dessas feridas.

E o moço vagabundo continua seu caminhar por ai, não mais com as pernas em lugares de outrora, mas com seus pensamentos quietos, observa cada movimento desses que apontam as flechas para suas costas, é o moço vagabundo sabe o que acontece ao seu redor, só não sabe como e nem de onde, mas são nesses momentos exatos que o moço vagabundo é vestido com uma armadura.
Rafael-Mourão
Abraços e Beijos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog

NEWS LETTER