12/07/2015

Maconha: Contra ou a favor?

Maconha e a sua liberação, qual sua opinião?

Maconha, isso que eu assisti em um vídeo referente a uma entrevista dada pelo Dr Valentim Gentil Filho sobre os terríveis efeitos do uso da maconha, estou fazendo esse post porque vem se falando muito sobre a liberação do uso dessa droga e depois de vocês lerem com a atenção gostaria de saber a opinião de vocês. Combinado?
Maconha-liberação

Segundo o Dr Valentim o adolescente fumando maconha 1 vez por semana tem um aumento de 310% do risco de desenvolver a esquizofrenia (uma doença incurável), essa pesquisa foi feita a partir do ano de 1969 com um grupo de 50.000 suecos, mas já está confirmado em 7 ou 8 países pelo mundo.

Ele fica espantado que tais informações com dados tão expressivos não sejam se quer citados pela mídia de um modo geral e mostra a sua preocupação quando acredita que estamos fazendo uma "fábrica de esquizofrênicos".

Revela nessa entrevista a sua preocupação também quanto ao Brasil copiar o "belo" exemplo do Uruguai na regulamentação da indústria da maconha de maneira oficial e enumera algumas doenças que essa droga pode fazer no período da adolescência.
  • Prejuízo para níveis do seu intelectual 
  • Estruturação da personalidade
  • Risco de esquizofrenia incurável
  • Deflagração depressão
  • Transtorno bipolar e outras coisas mais

Maconha-folha
Sem entender (ele) como pessoas conceituosas, importantes, de grande responsabilidades dão declarações que a maconha é mais segura que o álcool ou tabaco e como os jovens adolescentes não tem noções dos verdadeiros riscos no uso dessa droga.

Mostrou-se chateado quando cita que um determinado grupo da sociedade louva a liberdade do indivíduo de usar o que quiser, de pensamentos livres ou de pessoas influentes não se dispõe para esclarecer os jovens sobre os riscos que eles estão correndo quando usam a maconha nessa fase da vida.

Já se tem o conhecimento desde 1987 desses riscos que ninguém noticiou, nem mesmo o ministério da saúde, então qual seria o verdadeiro motivo por traz dessa pouca preocupação das autoridades ou de todas as mídias não alertarem para tais riscos da maconha?

Chama atenção para quem compra nos EUA em lojas de maconha medicinais, pois poderão estar comprando produtos com impurezas e que as associações médicas vem noticiando que nem a Food and Drog Administration tem o menor controle sobre essas substâncias.
Maconha-lojas
A THC (tetrahidrocanabinol)* que a 20 anos atrás a presença dela era de 6%, hoje é de mais ou menos 25%, um aumento considerável e como consequência, a queda ainda maior no percentual de QI que era de 8%, principalmente nos usuários na fase da adolescência.

Outros fatos que são incompreensíveis até hoje, é o de não sofrerem punições os verdadeiros traficantes, pois segundo ele, não é possível que ninguém saiba com certeza de onde vem toneladas e mais toneladas dessa droga (maconha) apreendidas em caminhões, mas que somente os motoristas são presos e de como os satélites não conseguem captar as imensas áreas de plantio da maconha (existe algo errado nisso).
Maconha-plantações
Por fim, ele dá a sua opinião (que eu concordo) de ser contra a regulamentação ao uso da maconha, pois para isso acontecer, primeiramente ela terá que ser legalizada e ela sendo, correremos um serio risco de se estar formando uma "fábrica de esquizofrênicos".

Hoje presenciamos alguns pais, deixarem seus filhos(as) em festinhas de 15 anos tomarem bebidas alcoólicas e se eles tiverem informações erradas sobre a liberação do uso da maconha irão fatalmente permitir que seus filhos também usem dentro da sua própria casa essa droga.

Essa entrevista foi dada no dia 04/11/2013 pelo Dr Valentim Gentil Filho no programa Roda Viva da TV Cultura.

Dados importantes:
  • Dr Valentim Gentil Filho -> Médico pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (1970), Ph.D. pelo Institute of Psychiatry, Universidade de Londres (1976), Livre-Docente em Psiquiatria (1987) e Professor Titular de Psiquiatria pela FMISP (1994).
*O THC (tetrahidrocanabinol) é uma substância química fabricada pela própria maconha, sendo o principal responsável pelos efeitos da planta.

Abraços e Beijos.

11 comentários:

  1. Oi Rapha!
    Eu sou a favor pelo fato de ser proibido contribuir para algumas pessoas quererem usar, aquela coisa do proibido ser mais gostoso! Só isso! Beijos
    Paula Juliana
    http://overdoselite.blogspot.com.br/2015/07/resenha-renascida-saga-acampamento.html

    ResponderExcluir
  2. Sou contra Rafael, aliás, sou contra tudo que possa alterar nossos sentidos, a não ser quando usados para fins de tratamento. Tenho muito receio com essas substâncias que causam dependência, acredito que danificam nosso cérebro. Agradeço, uma feliz e abençoada semana, abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderExcluir
  3. Assunto bastante complexo Rafa. Nunca sabemos até onde vai a tolerância a dependência. Defendo o uso medicinal, sei que será bem dosado, de forma a não levar o paciente, a dependência. O uso indiscriminadamente, já fico meio que, com "pé atras", quem usa costuma dizer que não passa de um cigarrinho, mas desde quando altera o comportamento do indivíduo, acho que o caso deve ser bem mais estudado.

    ResponderExcluir
  4. Sou contra. Não apenas para esta droga, mas para todas as outras em geral.
    Depois de ler este artigo ainda me sobram razões para ser contra.
    Realmente o efeito da proibição pode ter efeitos contrários, por isso será bom que em casa, na família se eduquem os filhos com correcção, esclarecendo-os de todas as consequências dos seus actos.
    Parece-me que muitos pais abandonam as suas responsabilidades.
    Os meninos/as podem fumar, beber ou fazer todo o tipo de sexo . Depois queixam-se!...

    ResponderExcluir
  5. Liberada nas ruas,jamais pois se o cigarro causa esquizofrenia a maconha iria multiplicar! Iria aparecer mais politicos e pastores ESQUIZOFRENICOSS,surgiriam mais religiões e crianças nascendo retardadas e deformadas! vendida só com receita médica para quem sofrece de AHLZEIMER ,EPILEPSIA,AIDS e PARKISON

    ResponderExcluir
  6. Oii Rafa, que tema polêmico hem!! mais sou contra, abraço.

    ResponderExcluir
  7. Rafael sou contra a maconha, nunca vou ser a favor dela, esse é um assunto que tem ser discutido entre pais e filhos adolescentes, pois muito se fala que a maconha é uma coisa comum entre as pessoas, Rafa bjs.

    ResponderExcluir
  8. Não sou a favor da liberação, para o simples consumo, mas sou a favor de liberação como medicação sobre prescrição médica ...
    Sinceramente não sou a favor nem do cigarro, acho que as pessoas tendem a se auto destruir com essas coisas ...
    Gostei do post Rafa, pen é que mesmo lendo seus efeitos alguns continuam usando ...

    Bjos
    Minda ❤ 😍

    ResponderExcluir
  9. Esse assunto é muito delicado de se tratar, eu sou contra a legalização, mas fico pensando naquelas pessoas que realmente tem algum problema de saúde e precisa dela para usar, e aí como fica??
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Um tema polemico demais, eu sou contra sem duvidas ..
    Mas cada um faz aquilo que acha bom pra si , infelizmente ah quem goste né ..
    Sou a favor se for pra ser usado como remedio pra quem precisa, igual alguns casos que ja vi por ai...

    ResponderExcluir
  11. Sou à favor da legalização tanto para uso medicinal como recreativo. Basta estudar um pouco sobre a bendita pra ver que não é esse perigo todo. Uma cerveja faz mais mal que maconha!

    ResponderExcluir

Pesquisar este blog

NEWS LETTER